terça-feira, 12 de maio de 2009

O Jaleco.

Eu amo o meu jaleco. Ele é lindo, branquinho, e tem o meu nome bordado no lado esquerdo do peito! Eu adoro o meu jaleco. Não só porque eu preciso, mas por que eu adoro mesmo!
Meu jaleco transpõe todo o meu conhecimento, todo o meu saber. Eu, estudante, adoro o meu jaleco!
Meu jaleco faz com que os garotos ou as garotas olhem pra mim e pensem: "Olha, ele é da área da saúde". Penso que meu jaleco me deixa mais inteligente, mais bonito, charmoso. É por isso que adoro meu jaleco!
Eu uso jaleco, participo de aulas de anatomia, tenho várias fotos com os cadáveres do laboratório postadas no meu orkut! E daí que eu lido com produtos perigosos e coisas nojentas no laboratório? Meu jaleco me protege. Então eu passo a adorar mais o meu jaleco e perambulo por aí com ele, pelos corredores, desfilando meu amor pelo meu jaleco.O jaleco serve para me protger no laboratório. Dos pêlinhos de ratos, da química utilizada. Fica tudo no jaleco! Mas eu saio, adorando meu jaleco, para ir até a lanchonete da Univerisdade.Afinal, não posso ser confundido com um aluno da Letras, ou da Geografia. Da História muito menos! Eu uso jaleco! Sou superior. Eu e minha vestimenta branca que causa esse poder simbólico que todos desejam. Eu adoro o meu jaleco! Adoro desfilá-lo. Eu, estudante que uso jaleco, sou superior e mais importante por usar jaleco. Entrei na faculdade pra isso. Entrar e não usar jaleco... que fotos colocarei no meu orkut? E as aulas e anatomia ? E os cadáveres?
Eu adoro o meu jaleco, é isso que importa!

.

4 comentários:

Menina França disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk entendi bem esse texto. ótimo.

Adriano disse...

O MELHOR, O MELHOR

HAHAHAHA gasp
gasp

Leandro Costa disse...

Se poesia é linguagem carregada de significado, vc fez poesia em prosa! Gostei! Condensou toda a ostentação inegável de muitos em uma única frase:Eu amo meu jaleco! Muito massa!

Helder Cavalcante Jr. disse...

O chegado aí de cima matou a pau: "vc fez poesia em prosa!". Phoda.