terça-feira, 21 de abril de 2009

Os Irmãos


Alto aqui do sétimo andar
longe, eu via você
e a luz desperdiçada de manhã
num copo de café.
...
Os poucos que viram você aqui
me disseram que mal você não faz
E se eu numa esquina qualquer te vir
será que você vai fugir?
Se você for, eu vou correr
Se for, eu vou.
.


Aqui, alto do sétimo andar e do lado de dentro eu fico pensando que nunca gostei de homens barbados.Mas se todos escrevessem como OS IRMÃOS novos sentimentos deveriam ser inventados. E palavras, e melodias e notas e outros tantos.

De onde vem a calma desses caras? Que agradam O Velho e o Moço?. Que Caras estranhos! Mas dentre o Pouco que Sobrou, eles ainda devem ser Além do que se vê. Só pode ser!

Tá Bom! Posso até estar exagerando. Mas OS IRMÃOS tem o dom de decifrar os meus sentimentos, mesmo não sabendo da minha existência! Viu como eles são bons? Não sou sequer A outra. Tudo bem, Deixa o Verão passar que eu me conformo.

Os Irmãos : Os Vencedores do Meu último Romance.



Um comentário:

JaqueFonseca; disse...

Eles são Os Vencedores do Seu Último Romance?
Pra mim eles são O vento que trás A Flor da Primavera, enquanto eu sou o Pierrot que ao em vez de chorar pela Colombina chora por lembrar que Todo Carnaval tem seu Fim.