quarta-feira, 1 de abril de 2009

cuidado.

Ela estava sentada na muretinha, uma mão levava smepre ao rosto. Rosto que se virava, e ela olhava pra um lado e para o outro, se revirava, como se a cabeça quisesse sair do corpo. Percebi que chorava.
As pernas estavam cruzadas, a bolsa ao lado, e sua fala parecia sincera e de decepção. Usava uma pulseira, talvez um relógio, que brilhava.
Eram aproximadamente 14:00h.Na pracinha mais conhecida da cidade.
Na frente dela, ajoelhado, como que para pedí-la em casamento, um homem. Acho que era loiro, usava uma camisa azul-esverdeade, calça jeans. Não vi seu rosto. Só percebia que olhava para ela. Só não sei que tipo de olhar transparecia em seus olhos.
- Meu amor, me perdoe. Juro que não fiz nada - ele teria dito.
- Então por que não me ligou ? Por que estava com outra ? - ela, revoltada e decepcionada.
- Jamais! Só esqueci, me desculpe. Você é a mulher da minha via!
- Você mente pra mim! Por que não terminamos isso aqui e agora? Não quero ter de passar por isso sempre, já estou cansada! Não esperava ter que passar por isso novamente, me odeio por acreditar em você.
- Não faça isso, por favor! O que nós temos é lindo demais pra acabar assim.Por favor, não faz isso! Eu amo você.
- Quantas chances terei de lhe dar ? Você não me ama!
- Amor, só esqueci de ligar pra você, pelo amor de Deus! Não faz isso!
- Esqueceu de me ligar, 2 dias ? Esqueceu de mim por dois dias ?
- Tenho andado ocupado, você sabe. Depois do trabalho e da faculdade, chegava em casa e dormir. Mas eu já fiz isso antes? Não! Então me perdoa! Não fiz por querer.
- Não quero mais isso.
- Você é o amor da minha vida, quero me casar com você! Não termina isso!

Faz-se o silêncio, e alguns minutos se passaram.

- Você sabe qeu eu te amo! Espero que isso não se repita, pois vou ser obrigada a terminar essa história, VocÊ terá uma última chance - Disse ela, já engolindo as lágrimas.
- Eu te amo. Vamos, eu te levo pra casa. - ele sorriu, abraçou, passou a mão em seus cabelos e deu-lhe um beijo, singelo.

Ela sorriu, enquanto lembrava dos momentos que já passara com ele. Ela só não lembrou de um detalhe: HOJE É PRIMEIRO DE ABRIL!

FILHO DA PUTA!


hahahahaha.

2 comentários:

Frederico Guimarães disse...

Primeiro de abril....aheiuaehiuae...num pode ter caido nessa....ele tava falando a verdade..aheiuaehiuaehiauehae

bjo!

..:gUh:.. disse...

huashaushaushausah
esse 1 de abril mata msm...
kkkkkkk
ontem tava insuportavel, todo mundo inventando alguma coisa... kkkkkkkkkkkbjoooo

..:gUh:..