terça-feira, 7 de julho de 2009

BR 364


A diferença é que as luzes dos postes no meu desenho funcionam.

As luzes da BR364, mesmo em trecho urbano não estão essas coisas não. Os motoristas que voltam da Universidade Federal de Rondiônia, a partir das 19:00h, tem de adivinhar o sentido da pista. Os motoristas são obrigados a usar com frequencia a luz alta, que todos sabemos não ser aconselhável, principalmente numa BR. Até os motoristas de ônibus tem praticado isso. E é claao, no intervalo que se dá entre acender a luz alta, ver o caminho a seguir, tirar a ,luz alta, o morista já freou diversas vezes, e os alunos do Campus UNIR, além de não enxergarem nada, numi ônibus lotado no meio do breu, tem que assistir a belíssima e enganadora propaganda sobre a frota de ônibus em Porto Velho.
Ainda mais, outro trecho impossível é o caminho para o Bairro Ullysses Guimarães pela BR364. A mesma escuridão, e as mesmas práticas de luz alta sendo usadas...


Porto Velho é assim...

2 comentários:

Magaiver disse...

Jornalista investigativa ¬¬
Bjo Bjo

Brasil Empreende disse...

Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem desta semana: Guerra Política acirra disputa entre Brasil e Argentina.
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.